Personalidade da rádio, televisão e da internet. Autor de muitas das grandes ideias da reputada Mister Cimba, bem como muitas que estão para patentear. Provavelmente o maior vencedor de apostas de Portugal, lesando inúmeras personalidades e outros tantos gajos-comuns. Para além disto tem agora o seu próprio filme. “O Filme do Bruno Aleixo” está agora nos cinemas e, por isso mesmo, convidámos Bruno Aleixo a escolher um disco da sua colecção pessoal.

Pá, vou escolher um disco dos Trovante chamado “84”. Havia muitas hipóteses, mas escolho esse porque a primeira música é logo a minha preferida da cassete. É aquela das “caravelas, caravelas, nã-nã-nã-das estrelas”. Toda a gente conhece. Eu gosto de mais cantores e conjuntos portugueses, mas é muito raro a minha música preferida do disco ser logo a primeira.

Este disco é do ano 1984, mas eu só ouvi mais tarde, para aí em 1986 ou 1987. E foi por sorte! Comprei um carro em 2ª mão e estava lá esta cassete dos Trovante no rádio. É normal encontrar cassetes em rádios de carros em 2ª mão, mas costuma ser só porcaria. Tipo aquelas colectâneas cheias de música de discoteca e assim.

Ah, uns anos depois de encontrar a cassete “84”, vi dois Trovantes a jantar na Mealhada. Eram os irmãos Luís Represas. Pagaram com cheque, que eu lembro-me. Entretanto, consegui apanhar os outros Trovantes a jantar na Mealhada. Noutras vezes. Todos menos um. Não sei o nome, é um daqueles dois ou três Trovantes menos conhecidos. Se calhar nunca o vi porque ele não gosta de leitão, sei lá. Mas duvido que seja por isso.