Ficou mais conhecida pela sua primeira participação (e vitória) no Festival da Canção com “Não Sejas Mau para Mim” mas deixou para trás muitas mais músicas, surpreendentemente, a maioria em inglês. Dora partilha connosco uma retrospectiva da sua carreira e vida, com um discurso claro e pragmático.